Os princípios fundamentais da PNL

Escrito por: 

Publicado em: 

qua, 19/09/2012

Os princípios fundamentais ou "pressuposições fundamentais" da PNL são "fundamentais" na medida em que proporcionam uma experiência da atitude em frente com a qual se aplica a PNL de forma eficaz e ética.

Na PNL, consideramos que esses princípios são hipóteses de trabalho , ao invés de verdades: nós agimos "como se" esses princípios fossem verdadeiros – embora reconheçamos que esse não seja o caso em muitas situações.

Interagindo com outros

  • Assuma a responsabilidade de como os outros reagem a você. (O significado da sua comunicação é a reação que você obtém.)
  • Aja como se as pessoas tivessem todos os recursos mentais e emocionais de que precisam, mesmo que, no momento, elas não reconheçam isso.
  • Descubra as percepções das outras pessoas antes de começar a influenciá-las. ("Encontre as pessoas em seu próprio modelo único de mundo.")
  • Reconheça que, em qualquer situação, uma pessoa estará fazendo a melhor escolha com os recursos que ela percebe como disponíveis para ela no momento.
  • Reconheça que a "verdade" de cada pessoa é verdade para ela, mesmo que seja diferente da sua verdade – como a visão interna da realidade de qualquer pessoa é apenas isso – uma "versão" da realidade. ("O mapa não é o território.")
  • Reconheça que as pessoas interagem com suas versões internas da realidade, em vez do simples input baseado no sensorial.

Desenvolvimento pessoal e controle do estado

  • Aumente a flexibilidade da sua atitude e do seu comportamento. ("Em qualquer interação, a pessoa com a maior flexibilidade comportamental tem maior influência no resultado.")
  • Aja como se existisse uma solução para cada problema.
  • Reconheça a identidade ou a autoimagem da outra pessoa – apontando a diferença entre o comportamento dela e a identidade ou autoimagem dela.
  • Aja como se cada comportamento é/foi um meio para cumprir uma intenção positiva, em algum nível, na vida da pessoa.
  • Redefina os erros como feedback – e mude o que você estava fazendo, se o que você estava fazendo não estiver funcionando.

Princípios gerais

  • A PNL é um modelo, em vez de uma teoria – e é o estudo da experiência subjetiva.
  • A PNL é um gerador, em vez de um modelo de reparação – ela enfatiza a busca de soluções, em vez de analisar as causas – e, na PNL, nós sempre adicionamos escolhas, em vez de afastá-las.
  • A mente e o corpo são partes de um sistema único.
  • Todo comportamento humano tem uma estrutura.
  • O comportamento externo é o resultado de como uma pessoa usa os seus sistemas representacionais.
  • Se um ser humano pode fazer alguma coisa, então, potencialmente, qualquer um pode.
  • A capacidade da mente consciente é muito limitada – supostamente cerca de 5 a 9 blocos de informação.

Esses princípios de trabalho ou pressuposições estão presentes desde os primeiros dias da PNL e são um guia sobre a melhor forma de usar a PNL. Eles são pragmáticos, ao invés de idealistas ou não realistas e fornecem excelentes diretrizes sobre a melhor forma de usar a PNL com outras pessoas.

A PNL é uma tecnologia muito poderosa cujo uso, se não for apoiada por essas diretrizes, pode ser facilmente utilizada em detrimento de outras. É por isso que em nossos programas de Certificação de Practitioner em PNL, nós exploramos o que cada princípio significa em termos de comportamento e atitude. E também porque eles formam um elemento essencial em nossa avaliação para a certificação de um Practitioner de PNL.

Nós acreditamos que o verdadeiro Practitioner Certificado de PNL terá absorvido os princípios essenciais mencionados acima e que isso será demonstrado em seu comportamento no nível da "competência inconsciente" – de modo que o seu comportamento respeite a autoestima, os valores e as crenças das outras pessoas.

Reg Connolly é Trainer e Master Practitioner de PNL, treinador de administração e de vendas.

Artigo publicado sob o título "The Fundamental Principles of NLP" no site The Pegasus NLP Training.

Tradução JVF, direitos da tradução reservados.

Categoria: