Introdução à Programação Neurolingüística

Livro do Mês - Fevereiro de 2010

Capa do Livro

Introdução à Programação Neurolinguística - Como entender e influenciar as pessoas

Golfinho nasceu como veículo impresso de PNL. Circulação dirigida através de assinaturas. Sua expansão se deu através da magia da Internet, atingindo em 13 anos mais de seis milhões e setecentos mil leitores. Praticamente todo o material de primeira grandeza foi transposto para as páginas eletrônicas de Golfinho. A nova versão do portal ganhou também novas seções, entre elas a do "Livro do Mês" inaugurada em junho de 2002. Dezenas e dezenas de obras de Programação Neurolinguística foram e estão sendo comentadas.

O livro Introdução à Programação Neurolinguística, Summus Editorial, São Paulo, editora pioneira em obras de PNL, foi lançado no Brasil em 1995, e de lá para cá, com muitas reedições, vem se transformando num verdadeiro manual de iniciação à PNL. Traduzido para dezenas de idiomas, citado diversas ocasiões como sugestão de presente natalino por Golfinho não recebera, ainda, uma análise especial, o que fazemos agora.

Seus autores, Joseph O’Connor e John Seymour, britânicos, escreveram, individual ou em parcerias, diversos livros de PNL – muitos traduzidos para nosso idioma. O’Connor, Lambent do Brasil, atua regularmente no país, ministrando cursos e seminários, principalmente no eixo Rio-São Paulo, a par de atividades nas Américas, Europa e Ásia. Formado em Antropologia é, também, guitarrista clássico. Alia a sensibilidade artística com a vocação de professor. John Seymour é outro nome consagrado da PNL. Autor ou coautor de diversos livros importantes, entre eles o didático e ilustrado livrinho Como Usar a Inteligência Emocional, Publifolha, São Paulo, Seymour é, como O’Connor, conferencista internacional e dirigente de uma instituição de PNL na Grã-Bretanha.

Introdução à Programação Neurolinguística é uma obra clássica. Nas suas 227 páginas você conhecerá o nascimento da PNL em Santa Cruz, Califórnia, num campus universitário, resultado do encontro incomum, nos idos de 70, de duas pessoas geniais: um estudante multidisciplinar, matemática, informática, e psicologia, Richard Bandler, e um professor de Linguística Transformacional, John Grinder.

Os autores, com precisão e objetividade, num didatismo singular, atiçando o consciente e o inconsciente do leitor vão traçando um mapeamento dos principais pressupostos da PNL. Configurando sistemas representacionais, sua linguagem, os predicados, pistas de acesso, submodalidades.

Nos nove capítulos o iniciante ou o expert em Programação Neurolinguística terão dosagens precisas de estudos fisiológicos, calibração, âncoras e ancoragem, encadeamento e desintegração de âncoras, mudança de história pessoal, ponte para o futuro, como gerar novos comportamentos.

Feedback, níveis de aprendizagem, crenças, campo unificado da PNL de Robert Dilts, palavras e significados, metamodelo, sujeitos e verbos não especificados, substantivações, operadores modais, relação de causa e efeito, e muito mais, uma selva aparentemente impenetrável se transforma em agradável passeio.

O Modelo Milton, inverso do Metamodelo, é explanado, decifrado, contextualizado com muito brilhantismo. O leitor vai ganhando intimidade com os dois hemisférios do cérebro, acesso aos recursos inconscientes, metáforas, ressignificação e transformação do significado, linhas temporais. Conversando com o tempo.

Conflitos, alinhamento, valores e flexibilidade no contexto de negócios, congruência, incongruência, metaprogramas, reuniões, etc. etc. são focalizados com maestria, o leitor não se perde: a selva pnelística é para o leitor uma aventura gratificante com bússola, GPS.

Psicoterapia, cura rápida de fobia, padrão swish, aprendizagem através da modelagem, modelagem, estratégias, fisiologia, receita para o sucesso, estratégia musical, memorização, criatividade, aprendizagem acelerada, uma selva transformando-se em jardim.

Epílogo, glossário, enriquecem o texto. E a Apresentação escrita por Robert Dilts, o Prefácio de John Grinder respaldam a importância do livro para a Programação Neurolinguística. Uma obra imperdível para todos os idealistas pragmáticos dotados de espírito de curiosidade.

João Nicolau Carvalho, professor universitário, trainer em PNL