Ser criativo

Livro do Mês - Julho de 2003

Capa do Livro

Ser criativo - Libere seu artista interior com a PNL

A PAULUS, editora de São Paulo que possui uma rede de livrarias em diversos estados brasileiros, acaba de publicar mais um livro de Programação Neurolinguística, o segundo de seu catálogo e ambos de autoria de Luís Jorge Gonzalez. O primeiro, "PNL – Sucesso e Êxito Pessoal", passou meio que despercebido, embora se trate de uma obra interessante do ponto de vista introdutório da PNL. Um livro de fácil manejo por aqueles que, pela vez primeira, estão contatando com a Programação Neurolinguística.

Já o segundo lançamento, "SER CRIATIVO - Libere seu artista interior com a PNL" é, sem dúvida alguma, uma obra de primeiríssima linha, fundamental para quem queira conhecer, entender e vivenciar técnicas de PNL voltadas para a criatividade. Luís Jorge González é mexicano. Doutor em Psicologia Clínica e em Desenvolvimento Humano, além de Doutor em Teologia Espiritual (Roma). Escreveu e publicou mais de 30 livros, uns 15 tratam de temas específicos da PNL. Traduzido para as principais línguas europeias, chega, finalmente, ao Brasil. Desde 1989, este sacerdote carmelita vem realizando seminários e vivências de Excelência e Plenitude por cidades do México, EUA, Europa, Ásia e África. Em Nairóbi, Quênia, desde 1993 realiza cursos de verão sobre "Psicologia da Espiritualidade", atraindo pessoas de várias partes do mundo. Em 1994 a Associação de Livreiros do Ocidente outorgou-lhe o Prêmio de Mérito Literário. Vem participando do crescimento da PNL desde os primeiros seminários ministrados por Bandler, Grinder, Judith DeLozier, Dilts, e outros.

"SER CRIATIVO - Libere seu artista interior com a PNL" lembra logo ao leitor que criatividade, mais que uma necessidade, é um prazer. E foi com a sensação de puro prazer que fui mergulhando no texto, que vai apresentando você ao seu artista interior, fruto, como bem coloca o Autor, não de questão de superioridade genética, mas de esforço e dedicação pessoal.

Em sete capítulos, além da Conclusão e da Bibliografia, Luis Jorge Gonzalez num estilo altamente comunicativo, vai nos ensinando a alegria de sonhar no contexto da vida. Mostra-nos como podemos aprender a pensar sistematicamente, facilitando nossa capacidade de gerar novas ideias. Explica como fazer para usar integralmente os dois hemisférios cerebrais, apresentando-nos as técnicas do "mapa mental", de Tony Buzan, e os segredos do "Pensamento Lateral", de Edward De Bono. Entramos em contacto com a sabedoria da mente inconsciente – e a iluminação, o "insight", o surgimento de novas ideias.

Do sonho o Autor nos leva para o ato de criar, fazendo-nos contatar com os processos de ancoragem dos estados habilidosos, de fazer bom uso dos recursos críticos internos, de como mexer nas crenças limitantes. Aprendemos a selecionar ideias. Na verdade aprendemos a nos comunicar e a utilizar com ecologia o nosso lado sonhador, o nosso realista, e o nosso lado crítico.

No capítulo VI, Criatividade Social, o Autor motiva o leitor a colocar sua criatividade, como parte do gênero humano, como Sujeito, à disposição de uma ordem social mais fraterna, pacífica, justa e harmoniosa. Afirma que os treinadores de PNL devem alimentar o sonho de "criar o mundo em que as pessoas querem viver". E os Sócios no Compromisso Social tem oportunidade de aprender e vivenciar metas, ação, acuidade, flexibilidade. A ingressar na utilização dos Níveis Lógicos e transformar sua comunidade em uma comunidade criativa, com autoliderança, liberdade mental e emocional, com amor, alegria, esperança, a nível pessoal e grupal. Uma rede de comunidades criativas é a bela proposição do Autor.

E, para tanto, apresenta-nos uma das chaves do processo criativo do ser humano, a Criatividade Espiritual, uma verdade até então estranha no mundo da psicologia, mas que vem de merecer, nos últimos anos, a atenção dos cientistas da mente, -- a dimensão espiritual da criatividade. O leitor, portanto, com a leitura e vivência de "Ser Criativo" poderá orientar sua criatividade para o trabalho, para a família, para seu compromisso social e espiritual com os outros.

Como enfoca Luiz Jorge González em determinado momento de sua Conclusão: "Você tem a habilidade para responder livremente sobre seus talentos criadores e, em especial, sobre sua identidade criativa, pois você é um criador e um artista".

É o Livro do Mês de Golfinho.

Que a Paulus publique novas obras de Luis Jorge González e promova sua vinda ao Brasil para a apresentação de seu Seminário de Excelência e Plenitude por cidades brasileiras são as nossas sugestões.

Comentário de João Nicolau Carvalho,
professor universitário, Trainer em PNL, Coach certificado

Para comprar: Livraria Cultura
Página do livro: Ser criativo