Metáforas

Capa do Livro

Metáforas - Para a Evolução Pessoal e Profissional
Título original: Como construire metafore per l'evoluzione personale e profissionale
Editora: Qualitymark 2005
ISBN: 8573035420
Escrito por: Consuelo C. Casula

A metáfora é um processo pelo qual se transfere o significado próprio de uma palavra para outra significação que lhe convém apenas em virtude de uma comparação mental: a chama do desejo, as luzes da alma. Aristóteles a distinguiu da comparação e definia metáfora como transferência a um objeto do nome de outro.

Milton Erickson foi um dos precursores das técnicas terapêuticas apoiadas em metáforas, gerando o que chamamos hoje, em PNL, de Modelo Milton, ou, para outros mapas, Hipnose Ericksoniana. A metáfora, segundo tais modelos, se apoia em narrar uma história com a que o ouvinte, ou leitor, se identifica e que transmite de forma implícita, -- pois a metáfora é uma ferramenta de comunicação indireta, -- no nível de comunicação inconsciente, conhecimento que ajudará a pessoa em uma mudança de crenças que o levem a uma mudança pessoal. Daí a importância do portal www.metaforas.com.br mantido por Golfinho.

Há muitos bons livros de metáforas, mas dentro da ótica da Programação Neurolinguística e da Hipnose Ericksoniana, há que se citar e aplaudir a chegada, em edição da Qualitymark Editora, Rio de Janeiro, do livro de Consuelo Casula, "METÁFORAS Para a Evolução Pessoal e Profissional". A Qualitymark já nos deu "Aprenda a Liderar com a Programação Neurolingüística", de Pierre Longin, e "Manual de PNL", de Joseph O’Connor, dois relacionados como "Livro do Mês" em Golfinho.

Consuelo Casula, italiana de Milão, é Psicóloga, hipnoterapeuta, coach, trainer em PNL, e professora universitária. Membro da Sociedade Italiana de Hipnose tem quatro livros publicados. "Metáforas", que ora Golfinho apresenta a seu público, tem a tradução de Marcelo José de Carvalho, e a revisão técnica de Jairo Mancilha, diretor do INAp.

Mancilha, em prefácio para a edição brasileira, explicita que o livro "tem dupla finalidade: a primeira é oferecer ao leitor um método para a construção de metáforas e a segunda é oferecer uma coleção de metáforas que possa servir como exemplo, modelo e enriquecimento de seu repertório".

O enunciado acima dá bem, ao leitor, uma visão da importância da obra. Pois em "Metáforas", de Consuelo Casula, temos enfoques didáticos de conhecer e praticar metáforas no contexto terapêutico e formativo, os níveis e funções da metáfora, como, quando e por que usá-la.

O Capitulo 3, "A Fórmula Mágica: Como Construir Uma Metáfora", o leitor vai sendo introduzido no procedimento de coleta de informação, e nos passos necessários para transformar a informação numa metáfora. A autora é bastante didática: professora também no livro repete caminhos, enunciados, permitindo ao leitor-aluno registrar as coisas importantes na sua memória longa.

Obra de quatro capítulos, o último tratando do da linguagem metafórica, das palavras e frases, do estilo, dos elementos linguísticos, da seleção da palavra, da construção da frase, de como contar a metáfora. Pois a metáfora carrega dentro de si a oralidade, pertence à transmissão oral, ao mundo dos sons, como coloca a autora. É o que o livro nos ensina: através da sua leitura, aprendemos a mudar a nós mesmos e aos outros – criando, recriando histórias terapêuticas.

De parabéns, mais uma vez, a Qualitymark, que acaba de completar 15 anos de bons serviços à cultura e educação brasileiras.

Comentário de João Nicolau Carvalho

Para comprar: Livraria Cultura
Você pode tentar livros usados na Estante Virtual
Veja também comentário deste livro em Livro do Mês - Março de 2005

Categoria: