Síndrome do Pânico

Capa do Livro

Síndrome do Pânico
Editora: Livro Pleno
ISBN: 8587622331
Escrito por: Sofia Bauer

A intenção deste livro é mostrar ao leitor que a Síndrome do Pânico é apenas um sinal de alerta. Ele veio como um sintoma que desperta o sujeito de uma vida de obrigações além da conta. Como um sistema de alarme, ele dispara como um aviso de "sobrecarga". A sobrecarga, no caso, varia de paciente para paciente. Cada pessoa tem seu fardo, seus deveres. Muitas vezes o excesso deles, ou excesso de culpas, causam o mal estar. Este mal estar chamado pânico, que "paralisa" o sujeito.

Por que será que isto só acontece com alguns? Por que será que o mal estar paralisa? Por que será que este sinal vai causando limitações? Por que não acontece uma úlcera, uma doença intestinal ou dermatológica, e o mal é tão generalizado?

Estas são questões que veremos neste livro. Entre elas, a resposta de que este mal tem cura ou alívio. Ele apenas vem para você mudar de vida, de estilo de vida.

Você verá, a seguir, do que se trata a síndrome do pânico. Que pessoas costumam tê-la e como é possível livrar-se dela.

Este livro foi feito para você saber que as pessoas que sofrem deste mal estar podem curar-se. Elas só sofrem disso por serem boas pessoas. Não estão tendo um ataque de frescura, um "chilique", e nem coisa parecida. É verdadeiro o mal da ansiedade, mas tem alívio e você pode ajudar aquele que disso padece.

O que você verá a seguir são achados e estudos feitos por mim em minha clínica, há anos trabalhando com casos de desordem de ansiedade e síndrome do pânico. Na prática, já vi inúmeras pessoas melhorando consideravelmente. Espero que este guia traga-lhe alívio.

Este é o meu trabalho e gostaria que você pudesse compartilhar com os meus achados e com os excelentes resultados que venho obtendo.

Aqui começa o "sinal que desperta". Seja bem vindo às explicações.

Sinal que desperta porque, se todo sintoma for encarado como nosso aliado, ele denuncia um desequilíbrio. Se procurarmos o desequilíbrio, o que o causa e como podemos superá-lo, o sintoma desaparece.

Sintoma é sinal de alarme. Sintoma pânico é igual a sufoco e desproteção. Devemos começar por aí. O que está causando sufoco e/ou desproteção à pessoa que padece deste mal?

Aprendi com Stephen Gilligan que sintoma é um aliado que aponta a saída para o problema que o trouxe. Olhando para o sintoma "desordem de ansiedade" e "de/pressão", o que sugere é que há um sufoco, um peito apertado, uma pressão, e não há proteção, contenção. O sintoma vem avisar: VOCÊ PRECISA RESPIRAR, PARAR, ALIVIAR, DESCANSAR E SER PROTEGIDO!

O que acontece no mundo de hoje, é que a vida torna-se mais difícil e sufocante a cada dia que passa, e o homem mais sufocado com a sobrevivência. Com isto ele deixa de viver os momentos da vida. Passa o tempo no sufoco, procurando dar conta do dia a dia como pode. Vem o desgaste, vem a pressão das coisas externas e o pior, a pressão interna a dar conta de tudo o que está à sua volta. O que se vê é que este mal tem aumentado sua incidência pelas dificuldades que a vida vem impondo à humanidade. Por isso é bom você saber que pressão gera desgaste e, em pessoas sensíveis, este desgaste pode gerar a desordem de ansiedade e o pânico.

Hoje, o que vemos é o aumento desta síndrome que pega exatamente as "pessoas boas". Exatamente as pessoas honestas, de bom caráter, com mania de perfeccionismo é que são vítimas deste mal. Que ironia! Sofre-se porque é bom, porque se faz pressão para que tudo saia bem.

Veremos, a seguir, capítulos explicativos sobre tudo que pode ajudar você a ficar livre do sufoco e ter a sua proteção garantida.

A palavra "Buddha" quer dizer "aquele que foi despertado". Dentro da sabedoria difundida pelo budismo está "ver o sofrimento como um sinal que desperta". Os ensinamentos do Buda baseavam-se, portanto, na experiência da verdade do sofrimento e de como é possível cessá-lo.

De acordo com Buda, a essência dos seus ensinamentos sobre "viver o sofrimento e aproveitar do que este sinal quer dizer ou despertar", está em 4 verdades:

  1. A verdade do sofrimento - encarar seu sofrimento; saber que a dor física pode vir de um sofrimento mental; verificar qual é o sofrimento que você está tendo e aceitá-lo. Sofrimento significa uma tristeza, uma angústia, o desejo por alguém ou algum objeto, ou uma condição que não esteja presente.
  2. A verdade da causa do sofrimento - o desejo é visto como a raiz do sofrimento e não a incapacidade de atingir o objeto dos nossos desejos.
  3. A verdade de como cessar o sofrimento - se a causa do sofrimento é o desejar as coisas, resistir ao impulso de desejar o inatingível traz paz ao momento de sofrimento; esfriar o querer, o desejar o que não se alcança; passar a desejar algo que você pega aqui e agora.
  4. A verdade da vida livre de sofrimento - viver de uma maneira que valoriza o momento como ele é, livre de desejos e de sofrimentos. É o mais difícil de atingir, mas pare e pense. É simples: curtir cada minuto de sua vida integralmente, ver a beleza de cada momento, estar presente no presente de cada coisa que acontece na sua vida; o passado ficou para trás, o futuro ainda virá, mas o presente é seu, ele está com você.

Comece por este momento agora. Enquanto você lê esta introdução solte-se. Pense em como você está lendo. Sinta seus 5 sentidos. O que você ouve agora, perceba. O que você sente no seu corpo. E o gosto... e os seus olhos, além destas letras, o que mais seus olhos vêm. Às vezes você pode estar vendo seu filho no canto dos olhos, brincando. Ou, quem sabe, o céu azul, lá fora. Pare. Olhe. Sinta. Respire. Relaxe por um momento... Você acabou de ganhar um minuto presente! Você pode fazer isto, quando seu peito começa a apertar-se no sufoco dos seus pensamentos. Você se dá um minuto de liberdade, que pode ser o primeiro passo à cura da sua ansiedade! Já pensou em fazer esta prática de 1 minuto várias vezes ao dia? Ela levará você a boas respiradas profundas e grandes reflexões.

Viaje comigo agora:
... A vida passa depressa... De repente você está passando... o que você pode fazer para você neste instante que seja agradável?... mesmo que você esteja num cubículo, numa prisão ou num parque... não importa... importa a liberdade que a sua mente pode criar... crie um espaço neste minuto... ilumine... inspire... abra o peito... sinta o ar entrando... sinta seu corpo se soltando... expire... solte a raiva... a desilusão... se dê um momento inteiro só com você... abra o peito... crie sua proteção... um som... um pássaro cantando... ou uma música suave... ou o som do silêncio, de dentro de você... sintonize seu corpo... pés no chão... cabeça acompanhando estas palavras... solte o peso do corpo... solte a imaginação... calma / mente... protegida / mente... pense que coisa boa lhe viria à mente agora... uma praia?... uma montanha?... uma rosa?... qualquer coisa que lhe traga a sensação de paz... relaxe e sinta o prazer de ter um momento de liberdade...
... Você acabou de aprender a sair do sufoco... faça isso sempre que o peito apertar... você terá aprendido a viver um minuto inteiro no presente... e bem positivo...
Agora entre no ar comigo; vamos começar a conhecer o sinal de alerta chamado pânico.
Venha...

UMA REFLEXÃO SOBRE O PENSAMENTO ANSIOSO

Estamos habituados a pensar sem parar. Nós, ocidentais, corremos...

Onde adquirir: veja como


Você pode tentar livros usados na Estante Virtual

Categoria: